Anna Ortega (Porto Alegre, 2000) é fotógrafa e artista visual. Atualmente estuda jornalismo na UFRGS.

 

Interessada na possibilidade de diálogo entre as diferentes linguagens, busca na imagem a possibilidade do encontro. Costuma olhar para o cotidiano procurando o miúdo do afeto, da casa e da memória. Tem pesquisado também as imagens afetivas mobilizadas pelas avós. Desde 2019, desenvolve Não Há Casa Sem Flores, pesquisa poética protagonizada por sua Mãe, Vó e Tia. Com este projeto, foi uma das artistas premiadas com o 11º Diário Contemporâneo de Fotografia em 2020.

.

Captura de Tela 2021-07-31 às 16.25.16.jpg

Formação

2019 - atual

Graduação em Jornalismo na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Prêmios 

2021

Residência Artística, orientada por Estáquio Neves (Virtual), como prêmio da Leitura de Portfólios do 14º Festival Internacional de Fotografia de Porto Alegre (FestfotoPoa)

2020

Residência Artística Belém, orientada por Alexandre Sequeira, como prêmio do 11º Diário Contemporâneo de Fotografia

Exposições 

2020

Vastas Emoções e Pensamentos Imperfeitos | Prêmio Diário Contemporâneo de Fotografia | Curadoria de Rosely Nakagawa | Belém, Pará ||| coletiva |||

2019

Registro nº 3 | Casa Baka | Porto Alegre, Rio Grande do Sul ||| coletiva |||

Outras experiências  

2020

Estagiária no departamento de exposições da 2020 FotoFest Biennial -African Cosmologies: Photography, Time and The Other,  em Houston 

2019

Voluntária de Produção do 12º Festival Internacional de Fotografia de Porto Alegre (FestfotoPoa)

2019

Co-curadora da exposição Lá Fora, com os artistas Lau Baldo e Ella Mascara, realizada na Associação Chico Lisboa, em Porto Alegre.